20 de junho de 2007

SPFW - 3º dia

Isabela Capeto

A combinação de couro com fibras naturais, como o algodão, seda e linho resultou em uma coleção super ultra feminina. Tudo isso porque a mulher de Isabela Capeto para o verão 2008 busca as melhores coisas da vida: "o reencontro com a essência e busca de prazer, conforto, bem estar". A estampa florida está de volta, bem romântica. E como novidade a estilista trás, em uma parceira com a Levi's, jeans coloridos de vermelho, pink e rosa.



Neon

O desfile da marca de Dudu Bertholini e Rita Comparato veio cheio de ginga da terras brasilis. Com uma sucessão de macaquinhos, macacões e vestidinhos em um clima meio safari tribal de algumas décadas atrás. Essa onda retro foi bem destacada nas estampas e na cintura, sempre bem marcada. A surpresa ficou por conta do show carnavalesco e da presença do furacão Ivete Sangalo.





Água de Coco

Para quem tinha medo de o SPFW vir cheio de mesmices, têm desfile desbancando esse mito. O da Água de Coco, por Liana Thomaz, é um desses. A coleção inspiradas no Pantanal veio muito rica de cores e estampas de bicho e plantas, como a vitória-régia e as bromélias. E as saídas de praia, super soltinhas, acompanhadas de chapelão, deixam qualquer um doido para garantir logo o seu exemplar.




Fabiana Bercsek

No melhor estilo das Mil e uma noites, Fabiana Bercsek conseguiu um grande mix da moda folk, hippie, retrô, étnica, que só poderia resultar em uma coisa: SUCESSO! Em uma coleção para deixar qualquer Aladin apaixonado, a estilista lança mão de caftãns, sapatinhas, turbantes com pedrarias. Mas Fabiana não abandonou o público que por ventura não venha a curtir o lance retrô-arábe. Os casaquinhos, coletes e bermudas também estão super fofos.



Cori

Se Maria Bonita ainda estivesse viva ela seria muito mais elegante, graças ao gênio Alexandre Herchcovitch. Ele conseguiu unir elementos mais naturais à algo mais elegante, com cores neutras que lembram bem o sertão: o marrom do chão rachado, o azul do céu sempre limpo, e algum prateado, das estrelas que guiavam os cangaceiros. Tudo em materias como o linhão, o couro, o chamois levinho, o jeans lavado e paetês salpicados sobre tecido de aspecto empapelado.



Zigfreda

Na coleção de Katia Wille e Hans Blankenburgh o preto não tem vez. Em um desfile super colorido, com verdes ácidos, púrpuras e azuis vibrantes e metalizados a proposta veio em um clima lúdico de anos 60, mas com estampas que mais pareciam camuflagens (coloridas, é claro!). Os cortes são retos, e há muitas combinações de saias e casaquinhos. Alguns quimonos presos com grandes faixas, e os shorts de cintura marcaram o retorno da marca ao line-up do SPFW.



Gisele Nasser

A cartela de cores do desfile da Gisele Nasser parecia ter sido tirada de um céu no poente. O laranja, o rosa, e os tons de azul (o celeste e o escuro) faziam uma combinação perfeita entre si. Ainda mais em tecidos brilhosos, com algumas transparências e aplicações de pedrinhas.



Enjoy it!

Gabi

2 comentários:

Susylândia disse...

Ah cara... Água de coco, Cori e Gisele Nasser abalam!!
...
Continua malhando fofolete? Agora tomei gosto pelo negócio! rs
Bjss

Alberto Pereira Jr. disse...

Legal o acompanhamento dos desfiles
^^