18 de julho de 2007

Versace, o gênio roubado!

Um rapazote danado, que desde cedo gostava de estórias picantes, e deixava a diretora do colégio de cabelo em pé. Foi assim a infância de Gianni Versace, um dos maiores estilistas do mundo. E essa é a semana em que lembramos dele com muita saudade, depois de 10 anos de sua morte. Mas a tristeza não vai ser a tônica das homenagens que devem acontecer em muitos lugares como Milão, e esse imenso cyber-espaço.

Gianni Versace nasceu na província de Reggio Calabria, no dia 2/10/1946. E no colégio era super levado. Tanto que sua mãe, Franca, chegou a ser chamada pela diretora do Liceo Classico, porque o menino gostava de dizer coisas erótica e provocativas.



Depois de ter trabalhado para a Callaghan, a Genny e a Complice, ele fundou sua própria marca. Graças ao estilo luxuoso, glamouroso e caro das peças, embalados pela cultura de exageros e consumo que imperou nas décadas de 80 e 90, Gianne tornou-se um dos grandes nomes do mundo fashion. Além disso, o uso tão próprio de estampagens, das siluetas "sex bomb", e as referências à cultura da antiguidade clássic, fizeram da Versace uma das maiores e mais importantes casa de moda do século XX.



E ele quase sempre ficava amigo dos seus clientes, talvez seja pelo jeitão de italiano, pelo carisma que ele transmitia cada vez que sorria para as câmeras. Entre seus amigos estavam figuras como o cantor Sting, Elton John, Jeff Bridges, Madonna e K.D.Lang.



Contudo, mesmo com o enorme sucesso Gianni não se esquecia de suas raízes. Tinha verdadeira adoração pela sobrinha Allegra, filha de Donatella com Paul Back, mimando-a de todas as maneiras possíveis. E dizia sempre que sua família era uma base importante, e que sua vida podia ser resumida a tres Antônios: seu pai, seu sobrinho, e o grande amor de sua vida, o modelo Antônio D'Amico. A ele o estilista atribuia o sua felicidade e seu equilíbrio.



Foi D'Amico que encontrou o corpo de Gianni nas escadas da casa de Miami, no dia 15 de julho de 1997. O estilista foi assassinado pelo serial killer Andrew Cunanan, que se suicidou dias depois.

Depois da morte de Gianni a marca passou a ser comandada por Donatella, irmã caçula e, até então, braço direito do estilista. A sobrinha Allegra Versace Beck passou a ajudar a mãe nos últimos anos na administração, ela recebeu como herança do tio 50% da grife.



Atualmente o Império Versace engloba uma linha de vestuário feminino e masculino, vestuário desportivo, roupa íntima, óculos, uma colecção de jeans, perfumes e uma linha de decoração. Recentemente foi lançada uma linha de maquilhagem da marca Versace e inaugurado o primeiro hotel de seis estrelas da empresa, Palazzo Versace, localizado na Costa Dourada australiana.

Gabi Haubrich

2 comentários:

Gisele Muller disse...

Gabi, já tava preocupada com a sua ausência.
Bjs

Daniel Amarhal disse...

Eu tô bege com esse Blog!
Amei!

Amo Versace, meu primeiro herói fashion!
Vou já falar desse Blog no meu!