23 de setembro de 2010

LONDON FASHION WEEK - #2

Mais pluminhas, transparências, amarelo, jaquetas perfecto e 70's no segundo dia da London Fashion Week.
Novidades com tecidos plastificados e mais rendas.
Confira os looks:

BETTY JACKSON
As plumas parecem ser o novo must have das passarelas londrinas meeeesmo. Depois das boas opções na verão 2009, como a saia da Topshop que arrancou suspiros de muita gente por aqui, ela estará de volta para a alegria das it-girls.
A coleção começou com a severidade dos anos 40, mas foi se soltando e ganhou pontos de cor importantes, com o verde lápis-de-cor fluor e o melancia. A diversidade dos modelos, entretanto, é o mais marcante. Vestidos drapeados, hot pants (Sienna Miller likes), sobretudos, shorts, saias, vestidos com pegada esportiva... Ufa! Chega a ser demais.

CHARLES ANASTASE
 
Poucas palavras resumem a coleção: Girly geek com os pés na década de 40. As cores são boas, um pouco de candy, um pouco de prata, mas as modelagens do tempo da avó e as mangas presunto não são nada surpreendentes.

DAKS

A Daks vem recheada de vários tons de cinzas, branco, off white e mostarda. Essa última, aliás, foi a cor usada nas melhores peças da opção. Me lembra muito um desfile da Huis Clos, menos pelas peças xadrez e as hot pants. Os macacões soltíssimos com cardigans são as melhores apostas, e os boyfriend's blazers dão sobriedade à descontração.

EMILIO DE LA MORENA

Um couro muito bem modelado e as transparências em voil são a base de Emilio de la Morena. Uma coleção jovem e vibrante para consumidoras exigentes e ávidas por novidades.

FASHION FRINGE AT COVENT GARDEN 
Os desfile é feito por novos estilistas ingleses selecionados pelo Fashion Fringe. Para a Primavera/Verão 2011 eles abusaram dos drapeados e das dobraduras orientais. Vimos vestidos plissados como as tradicionais lanternas chinesas, e conjunto claramente baseado em origamis. Até aí tudo bem, mas no fim ficou tudo muito over. Amarrações em jaquetas formavam bicos na barriga das modelos, e tudo acabou com ares da corte de Maria Antonieta.

HOUSE OF HOLLAND
Candy colors e metálicos são os primeiros focos de atenção da coleção da House of Holland. De perto vemos estampas espertas, tecidos plissados e muitas, mas muitas e longas franjas dão a conotação 70's sem ser óbvio. Os comprimentos mini e a jaqueta perfecto que amei a primeira vista também são destaque. Um único adendo negativo foram os dois últimos vestidos dourados.

JOHN ROCHA
Aqui as calças transparentes, que não saem das passarelas, ganham opções rendadas, assim como saias e vestidos ótimos. Insinuações de lingeries como roupas de cima também são muito bem usadas dentro da pequena variação de cores, de nude e preto, mas que deu super certo.

LOUISE GRAY
Sei que Louise fez uma coleção para mulheres adultas e divertidas. Muitas são fáceis de usar, mas a maioria fica melhor em adolescentes descoladas. O destaque vai para os tecidos plastificados, com muito brilho, e mix de estampas.

TWENTY8TWELVE
E não é que as irmãs Miller (Sienna e Savannah) dão conta do recado. A coleção está toda bem esperta, da cabeça aos pés, com micro comprimentos e muito conforto. Só não ficou bem o colete forrado de pelo, que aliás é tendência para o próximo inverno, fiquem de olho!

UNIQUE
É tudo tão anos 70 que pensei ter voltado no tempo. As melhores peças são as de alfaiatarias, definitivamente!!

Enjoy!!

Gabi Haubrich

PS: Amanhã teremos day 3 e 4. E, se der, uma espiada na Semana de Moda de Milão.

Um comentário:

queen de sapatilha disse...

Gostei do blog :)
passa lá no meu:queendesapatilha.blogspot.com,
pode ficar a vontade para seguir e deixar comentários.Espero que goste :*